Tenha a coragem de batalhar por seus próprios sonhos e jamais duvide da sua capacidade de enfrentar os obstáculos

Nick Vujicic

Cada segundo é tempo para mudar tudo para sempre

Charles Chaplin


Conexão

Prece, a solução

Confiemos em nossa intuição. Acreditemos na voz que vem lá do íntimo, da nossa mente subconsciente. Sejamos a bênção que tanto rogamos

10/06/2022 - 14:31

Caro leitor, independentemente de sua crença e/ou religião, abordo um tema ao qual reputo de grande valia: “a prece”. Compreendo tal palavra, atitude ou sentimento como uma conversa endereçada a Deus (chame você de Santidade, Energia Superior, Força Suprema, Espírito de Luz etc.). Para o irlandês Joseph Murphy, autor de mais de 30 livros de autoconhecimento, que viveu entre os anos de 1898 e 1981, “a prece é sempre a solução. É um desejo endereçado a Deus, e Ele atende”. O famoso escritor ainda escreveu: “Na prece, ignore as dúvidas e os medos, reconhecendo que a Inteligência Infinita sabe qual é a solução e tem o know-how para levá-lo ao sucesso”.

Este texto é embasado na vasta obra de Joseph Murphy, cujos livros seguem batendo recordes de vendas... “Aquilo que pensamos e sentimos, nós criamos. Criamos aquilo em que acreditamos. Não há sucesso sem paz de espírito. (...) Sucesso significa vida bem-sucedida. Quando se sente em paz, feliz e alegre fazendo aquilo que gosta, você tem sucesso. (...) Aquilo que você semeia na mente subconsciente é o que vai colher no corpo e no ambiente externo”.

Os estudos em Programação Neurolinguística apontam que “o tesouro” está dentro de nós. Portanto, devemos procurar a resposta ao desejo que vem do nosso coração. “Você é o comandante da sua alma e o senhor do seu destino. Você tem a capacidade de escolher. Escolha a vida! Escolha a felicidade! Escolha a saúde!”.

Acreditando no Poder Superior, naquela força que nos levanta após a queda, que nos encoraja após o temor, que nos alivia após a doença, que nos guia e guarda, temos a convicção de que a orientação divina é o caminho do bem. Logo, devemos seguir o palpite que nos chega via silêncio da alma. Essa conexão só é possível quando experimentamos momentos de tranquilidade. “Deus é o que há de mais nobre e melhor em você. Manifeste cada vez mais o amor, a luz, a verdade e a beleza de Deus, e você se tornará uma das pessoas mais felizes deste mundo”, assinou a brilhante mente de Joseph Murphy.

Devemos nos chatear quando alguém for grosseiro e ofensivo? “Nunca é o que a outra pessoa diz que nos afeta, mas, sim, a nossa própria reação ao que é dito ou feito”. Façamos o bem, para colhermos o bem. Ajamos com generosidade e gratidão. Acreditemos que o amor, a Fé e o pensamento positivo nos levam à evolução. “Nem Deus nem a vida escolhem pessoas. Não há favoritos. A vida, ou Deus, apenas o favorece quando você começa a se alinhar com os princípios de harmonia, saúde, alegria e paz”.

O conhecimento não se finda. Devemos ter a humildade e o discernimento para estarmos abertos às novidades. “Não deixe que a sua mente se aposente. Ela deve ser semelhante a um paraquedas, que para nada serve a não ser quando aberto. (...) Obter prosperidade significa aumentar as nossas capacidades e habilidades em todos os campos e direções, de forma a libertar os nossos poderes interiores”.

Confiemos em nossa intuição. Acreditemos na voz que vem lá do íntimo, da nossa mente subconsciente. Sejamos a bênção que tanto rogamos. Segundo Judith Bardwick, oradora e consultora empresarial norte-americana, “a confiança verdadeira é resultado do autoconhecimento e da autoaceitação de seus pontos fortes e limites. É o contraponto da dependência de palavras alheias”.

Encerro esta breve reflexão com uma frase famosa de Khalil Gibran, ensaísta, filósofo, poeta e pintor libanês, falecido em 1931: “Aprendi o silêncio com os faladores; a tolerância com os intolerantes; a bondade com os maldosos e, por estranho que pareça, sou grato a esses professores”.


Foto:

Marcelo Pardini contato@agromp.com.br

Marcelo Pardini é narrador, poeta, jornalista, pós-graduado em Marketing e leiloeiro rural. Titular da marca Agro MP - A voz do Agronegócio.

51 colunas publicadas